segunda-feira, 13 de junho de 2011

Resumo dos Artigos 26, 27, 28 da LDB. (Com um "q" a mais)

Os artigos 26, 27, 28 a lei nº9394 de 20 de dezembro de 1996 – que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, vem nos informar conteúdos referentes à organização curricular que deve se manter presente em todas as escolas do Brasil, garantindo independente do lugar que todos tenham a mesma base curricular. Com estes artigos vimos que é a escola que determina as cargas horarias e as disciplinas, ou seja, quantas aulas de matemática, português e as outras disciplinas terão por semana. A lei determina com obrigatoriedade o conteúdo a ser trabalhado, nas suas maneiras e disciplinas nas quais tem que se trabalhados, acreditam assim facilitar o método de aprendizagem, pois não dividir tornaria o conteúdo amplo e confuso para o aluno. A lei diz também que é obrigatoriedade o ensino de uma língua estrangeira a partir do 5º ano, sendo de escolha da comunidade escolar dentro das possibilidades da escola. A lei não determina que essa língua seja o inglês, mas em todas as escolas que entramos sempre é o inglês, devido a grande influencia dos Estados Unidos sobre a mídia, politica, economia. Tornar obrigatoriedade este conteúdo não está dando resultados a carga horaria estabelecidas pelas escolas é pequena juntando com a grande falta e interesse da maioria dos alunos não vemos resultados, a maioria forma sem saber nada ou quase nada, poderia deixar a matéria como facultativa iria beneficiar aqueles que realmente interessem e não tornaria uma aula onde o aprender não e o foco mais sim apenas adquirir nota para conseguir passar no final do ano. No 6º paragrafo diz torna-se  música também um conteúdo obrigatório, voltaríamos a mesma utopia de ensinar língua estrangeira em escola publicas, não haveria recursos suficientes as aulas seria teóricas e a maioria se desinteressaria o que tornaria mais uma aula sem proveito, deveria também ser facultativa para aqueles que realmente se interessam e tiraram boas lições das aulas oferecidas. Dando sequencia o artigo 28 nos fala das diretrizes dos artigos anteriores (26 – 27) pode ter leves mudanças para as escolas rurais, dando ênfase nas necessidades e interesses da zona rural, adequando o calendário escolar junto com os eventos climáticos, assim torna-se o estudo mais agradável e familiar criando uma forma motivadora para o aluno, pois iram trabalhar com aquilo que é o seu meio e que está acostumado juntando o útil ao agradável.
Assim vimos que os artigos analisados são vagos e nem tudo que está escrito é necessário. Vendo as condições atuais deveriam acarretar mudanças para melhor desenvoltura.
-> Está sem nexo os post eu sei, mas estou postando atividades passadas pois estamos no fim de um periodo, em breve com o inicio do 4º Periodo, tudo terá mais sentido.

2 comentários:

  1. Oi amore, passei no seu outro blog e não consegui te seguir nem comentar, me identifiquei muito com vc...Tens meu apoio, bjus...

    ResponderExcluir
  2. Temos uma escritora aqui, uma poetisa de mão cheia, uma guru dos sentimentos, resumiu brilhatemente não só o que é, como o que somos. Qdo seu livro sair, não perderei a oportunidade de possui-lo. Qt ao blog, tenta mudar o template, ou vai em designer, inserir gadget, e lá na parte de comentário, espero que consiga flor, meu msn é cielolattini@gmail.com.
    Força pra ti minha flor...Bjus

    ResponderExcluir